1870149959836367
top of page

Como escolher ferramentas para o artesanato em couro.



A pergunta mais frequente que recebo de iniciantes é: "Quais ferramentas devo comprar para iniciar?"

Mas é muito importante ter em mente que o artesanato em couro é uma arte rica e complexa que porde abranger uma infinidade de ferramentas que atendem desde os processos mais básicos aos mais específicos.

Diante disso, e da inifinidade de opções que encontramos no mercado, a decisão de compra acaba sendo dificultada na hora de investir nosso tão suado dinheiro.

Esse post é pra você que está perdido e não sabe por onde começar, e precisa de uma mãozinha para entender um pouco mais das ferramentas e suas aplicações! Bora?


Por onde começar?


Comece pelos processos! O artesanato em couro tem alguns processos que são essenciais para a confecção de qualquer artigo, como corte, marcação, montagem, costura e acabamento de bordas. Conhecendo esses processos, você é capaz de criar qualquer artigo, e é claro, cada um vai demandar ferramentas específicas.


Conheça suas demandas


Eu acredito que para cada artesão, existe uma ferramenta. Nada é definitivo (e é por isso que esse post não pode ser tão objetivo).

As ferramentas que você precisa, depende do seu perfil como artesão(ã).

O quê você vai produzir? Qual seu nível de experiência? Qual nível de acabamento pretende alcançar?

Quanto mais complexo e mais diferenciado for sua técnica ou suas demandas, mais complexas serão suas necessidades de ferramentas. Por isso, é importante pensar em seu perfil de produção e quais produtos você pretende confeccionar.


"Mas ainda não sei os processos, não reconheço minhas demandas."


Como iniciante, as dúvidas mais básicas impedem sua decisão, e para te ajudar, vou criar aqui uma breve listinha com as ferramentas mais essenciais no trabalho manual em couro que irão te acompanhar desde os primeiros passos, à criação das peças mais complexas.

E para reforçar as dicas anteriores, vou dividir essas recomendações de acordo com os processos! Corte

-Sovela

-Estilete

-Base de corte

-Régua de metal


Montagem

-Espátula ou pincel para espalhar a cola


Costura

-Compasso de ponta seca ou marcador

-Cinzel de sua preferência (recomendamos com espaçamento de 5mm)

-Base de furação

-Martelo

-Morsa para costura

-Par de agulhas sem ponta

-Tesoura de arremate


Acabamento de bordas

-Agente de brunimento

-Brunidor

-Desquinador


Fornecedores


Cada vez mais encontramos fornecedores dedicados ao atendimento das necessidades do artesão(ã) brasileiro. Isso nos abrem muitas possibilidades e opções que podem acompanhar suas demandas e principalmente seu orçamento.

O que é importante ressaltar aqui é que é possível encontrar tudo isso de forma online e até mesmo em sua cidade, basta saber procurar e reconhecer os diferentes tipos de fornecedores, seja eles produtores, importadores ou até mesmo artesãos, como cuteleiros ou marceneiros. Cada um vai entregar uma proposta e uma solução diferente para suas demandas.


Com pouca ou nenhuma ferramenta, o importante é começar!


A couraria é uma das poucas artes que não exigem alto investimento para começar, eu mesmo comecei com um estilete, um martelo e um prego. A partir de poucos recursos você já pode estudar e praticar as técnicas mais essenciais e evoluir seu conhecimento e seu conjunto de ferramentas de acordo com seu progresso e investimento.


Espero que esse post tenha ajudado e inspirado seus primeiros passos ou aprimorado seus conhecimentos na couraria.


Se deseja se aprofundar mais nesse tema, não deixe de conhecer o curso Método Pinale! Lá tem um módulo dedicado inteirinho à escolha das ferramentas, abordando tudo isso e mais um pouco de forma detalhada e ilustrada.

Ah, e lá eu preparei 3 kits de ferramentas, do básico ao profissional.



Forte abraço e bons estudos!



45 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


Post: Blog2_Post
bottom of page